Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

17 de nov de 2017

Mostra Leon Hirszman 80 Anos, Todas as sessão serão seguidas de debate com críticos, pesquisadores, colaboradores e amigos do homenageado.


Mostra Leon Hirszman 80 Anos

Neste mês de novembro de 2017 completam-se 80 anos do nascimento do diretor Leon Hirszman.
Em homenagem à vida e à obra desse grande artista do cinema brasileiro, responsável pela direção de clássicos como São Bernardo, Partido Alto e Eles Não Usam Black-Tie, o Memorial Municipal Getúlio Vargas organizou essa mostra com os principais filmes do diretor.

Todas as sessão serão seguidas de debate com críticos, pesquisadores, colaboradores e amigos do homenageado. A composição das mesas será divulgada em breve.

O evento é totalmente gratuito e sem obrigatoriedade de inscrições prévias. Sujeito à lotação.


PROGRAMAÇÃO

08/11
16h - Nelson Cavaquinho + Partido-Alto
17h - Debate com Kátia Costa Santos e Maurício Barros de Castro

18h - Cantos de Trabalho + São Bernardo
20h - Debate com Cacá Diegues, Hernani Heffner, Filippo Pitanga e Othon Bastos (aguardando confirmação)

15/11
16h - ABC da Greve
18h - Eles Não Usam Black-Tie
20h - Debate com Samantha Brasil, Ana Paula Ribeiro Alves, Milton Gonçalves e Bete Mendes (aguardando confirmação)

22/11

16h - Imagens do Inconsciente
20h - Debate com Patrícia Reinheimer e Joel Birman

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online. 
#agendaculturalrj
Contato: agendaculturalrj@gmail.com 

Instagram

Após o sucesso dos vídeos inéditos da SUPERMOÇA, IzabellaVan Hecketraz aos palcos cariocas o espetáculo teatral PÉROLA.

SUPERMOÇA

Após o sucesso dos vídeos inéditos da SUPERMOÇA, IzabellaVan Hecketraz aos palcos cariocas o espetáculo teatral PÉROLA.

O espetáculo de 60 minutos mostra a vida do aeronauta de forma DIVERTIDA E RESPEITOSA, contando os casos mais engraçados dos últimos 20 anos de profissão da profissão da nossa personagem

Após o incêndio do Teatro Clara Nunes, esta produção se reergueu com uma bela temporada no Teatro Glaucio Gill e Teatro Glauce Rocha.

Com esta citação de Willian Shakespeare, começamos a contar a história de Pérola: uma comissária de voo, que há 20 anos abriu mão do seu sonho de ser atriz, ao fazer uma prova para o emprego de aeromoça em uma empresa aérea e ser bem sucedida.

Agora 20 anos depois, Pérola faz seu último voo, aluga um pequeno teatro, ensaia um monólogo do mestre Shakespeare e corre para sua estreia. Ao se deparar com a casa cheia, ela se esquece do texto e começa a contar sua história de vida, apegada ainda a velhos hábitos da comissária. Pérola acaba usando seu tempo no teatro para contar as aventuras, loucuras e emoções da vida no ar.

FICHA TÉCNICATexto: Márcio Azevedo.
Direção: Márcio Azevedo e Milton Filho
Elenco: Izabella Van Hecke.
Direção de Produção: Rafael Carretero
Produção Lis Maia
Cenário: José Carlos Vieira e Jorge Roriz
Figurino: Anderson Ferreira
Iluminação: RommelEquer

ServiçoCasa Rio
Rua: São João Batista, 105 – Botafogo

Informações: 2148-6999
Ingressos: R$ 40,00 e R$ 20,00
Temporada 16 a 24 de novembro de 2017.
Quinta e Sexta, ás 21h
Duração: 60 minutos
Classificação etária: Livre

Agenda Cultural RJ 
▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. 
Divulgação de Midia Online.  
agendaculturalrj@gmail.co
 #agendaculturalrj

  

Sistema Fecomércio RJ promove 1º Talentos Sesc Esporte para impulsionar o desenvolvimento de jovens talentos

Sistema Fecomércio RJ promove 1º Talentos Sesc Esporte para impulsionar o desenvolvimento de jovens talentos

Projeto de formação esportiva reúne cerca de 1 mil jovens entre 11 e 17 anos na etapa final, que acontece nos dias 18 e 19, no Píer Mauá, e no dia 25 (natação), no Sesc Madureira. Os Armazéns 2 e 3 estarão abertos ao público a partir desta quinta, dia 16, com palestras, atividades esportivas e de bem-estar gratuitas. 
O Sistema Fecomércio RJ, por meio do Sesc RJ, promove o 1º Talentos Sesc Esporte para impulsionar jovens entre 11 e 17 anos à prática esportiva. A instituição, que investe nos times profissionais de vôlei feminino e masculino, pretende fortalecer o legado de incentivo ao esporte desde a formação de base. Cerca 700 talentos esportivos, identificados nas fases locais, em 15 unidades Sesc, disputarão finais de Vôlei, Futshow, Basquete 3x3 e Judô, nos dias 18 e 19 de novembro, no Píer Mauá. A partir do dia 16, os Armazéns 2 e 3 já estarão abertos gratuitamente ao público com shows, atividades e palestras esportivas (inscrições antecipadas) com profissionais consagrados do cenário esportivo brasileiro, como os técnicos Bernardinho e Giovane Gavio, além de ações de Bem-Estar. A final das provas de Natação será realizada dia 25, no Sesc Madureira, contando com a participação de 350 nadadores.
Na 1ª etapa local, que envolveu quase 3 mil alunos de esporte de unidades Sesc RJ, foram avaliados habilidade técnica, agilidade, além de outros valores implícitos no esporte, pilares de sustentação para atletas de alta performance.
No Píer Mauá, além de conferir o desempenho desses jovens talentos, os visitantes que participarem do evento desde o 1º dia, encontrarão ainda diversas atrações como brinquedoteca para crianças, Copa Sesc de Futshow, food trucks e Espaço Lounge Sesc RJ. No final de semana, haverá aulões de alongamento, ritmos, pilates, circuito funcional.
O cantor Xande de Pilares fará o show de abertura, dia 16, às 20h, enquanto o encerramento ficará por conta de Dudu Nobre, dia 19, às 20h. Nos demais dias, haverá apresentações do Forró de Rabeca (17.11) e da banda de rap Oriente (18.11).
As finais de Natação no Sesc Madureira também terão entrada franca. O público poderá desfrutar de espaço para experimentação de atividades esportivas e bem-estar, como no Píer Mauá, além das atividades de jogos, brinquedoteca infantil e shows. 
O Sistema Fecomércio RJ
O Sistema Fecomércio RJ é composto pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro, pelo Senac RJ e pelo Sesc RJ.
A Fecomércio RJ é formada por 59 sindicatos patronais fluminenses e tem como objetivo representar os interesses do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado. Desta forma, a instituição contribui para o desenvolvimento econômico, social e político do Rio de Janeiro. O setor possui, cerca de 350 mil estabelecimentos, o que representa 62,2% dos empreendimentos comerciais fluminenses. Do total, 80% são microempresas. É o segmento que mais emprega, gerando 2 milhões de empregos formais, o que corresponde a 42,6% dos postos de trabalho com carteira assinada no Estado.
O Senac RJ é uma instituição de ensino que atua há 71 anos na profissionalização de mão de obra para o setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Rio de Janeiro. Com 37 unidades em todo o estado, a instituição investe fortemente em inclusão social por meio de capacitação para o mercado de trabalho e é reconhecida como referência na oferta de cursos profissionalizantes, tendo atingido a marca de 70% de empregabilidade nos últimos anos.
O Sesc RJ tem como objetivo proporcionar o bem-estar e a qualidade de vida do comerciário, da sua família e da sociedade. Oferece acesso a atividades nas áreas de cultura, saúde, turismo social, educação, esporte e responsabilidade social. Possui 21 Unidades de serviço, quatro Unidades hoteleiras (Copacabana, Nogueira (Petrópolis), Nova Friburgo e Teresópolis), em 12 municípios do estado do Rio de Janeiro, e 11 unidades itinerantes (4 - BiblioSesc, 6 - OdontoSesc, 1 - CineSesc).
Serviço:
Talentos Sesc Esporte
Armazém 2 e 3, Píer Mauá
Horário: de 9h às 22h
De 16 a 19 de novembro
Finais de Vôlei, Futshow, Basquete e Judô: dias 18 e 19 de novembro
Sesc Madureira - Rua Ewbank da Câmara, 90
Dia 25 de novembro
Finais de Natação 
PROGRAMAÇÃO:
DIA 16.11

ARMAZÉM 2 - EXPERIMENTAÇÕES
09h30 às 11h30 – 1º Turno da visita de escolas e vilas olímpicas nas Experimentações
10h00 às 12h00 - Apresentação dos alunos do Portal do Futuro - SENAC 
13h30 às 15h30 – 2º Turno da visita de escolas e vilas olímpicas nas Experimentações
14h00 às 16h00 - Apresentação dos alunos do Portal do Futuro - SENAC 
19h30 às 20h – Apresentação de Dança dos alunos Sesc Santa Luzia em frente ao palco
20h – Início do show – Xande de Pilares
20h45 às 21h – Intervalo do Show e Apresentação de Dança dos alunos Sesc Copacabana e Sesc Tijuca em frente ao palco
21h às 21h45 – 2º Set do Show – Xande de Pilares
ARMAZÉM 2 – FORUM ESPORTIVO NO AUDITÓRIO – das 10h às 17h
09h30 às 10h | Credenciamento
10h às 10h40 | Metodologia e Conceitos de Formação Esportiva - Ambleto Ardigó (IEE)
10h40 as 10h55 | perguntas
11h às 11h40 | Metodologia e Conceitos de Formação Esportiva - Dilso Júnior (Fluminense F.C.)
11h40 as 11h55 | perguntas
12h às 13h | Palestra com Giovane Gavio
13h às 14h | Horário livre para almoço
14h às 14h40 | O Esporte como ferramenta de auxílio na formação e desenvolvimento da criança e do adolescente - Alcides José Scaglia (UNICAMP)
14h40 às 14h55 | perguntas
15h às 15h40 | O Esporte como ferramenta de auxílio na formação e desenvolvimento da criança e do adolescente e Gustavo Drago (USP)
15h40 às 15h55 | perguntas
16h às 16h40 | Apresentação do Programa Sesc Esporte - Marcos Senatore
16h40 às 16h55 | perguntas
17h | Encerramento
ARMAZÉM 3 – ESPORTES
11h30 às 12h30 – Oficinas esportivas (vôlei, futshow e basquete) com 1º turno de escolas e vilas olímpicas
15h30 às 16h30 – Oficinas esportivas (vôlei, futshow e basquete) com 2º turno de escolas e vilas olímpicas
18h30 às 21h – Copa SESC de Futshow
DIA 17.11
ARMAZÉM 2 – EXPERIMENTAÇÕES
09h30 às 11h30 – 1º Turno da visita de escolas e vilas olímpicas nas Experimentações
13h as 17h – Competição de Funcionários
13h30 às 15h30 – 2º Turno da visita de escolas e vilas olímpicas nas Experimentações
19h30 às 20h – Apresentação de Dança dos alunos Sesc Engenho de Dentro
20h – Início do show – Forró de Rabeca
20h45 às 21h – Intervalo do Show e Apresentação de Dança dos alunos Sesc Madureira e Sesc Nova Iguaçu
21h às 21h45 – 2º Set do Show – Forró de Rabeca
ARMAZÉM 2 – FORUM ESPORTIVO NO AUDITÓRIO – das 10h às 13h
10h às 10h30 | Credenciamento
10h30 às 12h | Mesa redonda e debates em cima das palestras realizadas
12h às 12h40 | Palestra com Bernardinho
12h40 às 12h55 | perguntas
13h | Encerramento
ARMAZÉM 3 – ESPORTES
11h30 às 12h30 – Oficinas esportivas (vôlei, futshow e basquete) com 1º turno de escolas e vilas olímpicas
13h às 17h30 – Competição de Funcionários
15h30 às 16h30 – Oficinas esportivas (vôlei, futshow e basquete) com 2º turno de escolas e vilas olímpicas
17h30 – Premiação | Competição de Funcionários
18h30 às 20h30 – Copa SESC de Futshow
20h30 – Premiação | Copa SESC de Futshow
DIA 18.11
ARMAZÉM 2 – EXPERIMENTAÇÕES
11h às 11h30 – Aulão no Auditório | Alongamento + Circuito Funcional
14h às 14h30 – Aulão no Auditório | Ritmos
15h30 às 16h – Aulão no Auditório | Alongamento + Pilates
17h às 17h30 – Aulão no Auditório | Ritmos
20h – Início do show – Oriente
21h45 – Término do Show – Oriente
ARMAZÉM 3 – ESPORTES
08h às 09h – Chegada dos atletas Sesc
09h às 14h – Competição | Jogos de Basquete
09h às 15h30 – Competição | Jogos de Vôlei
14h30 às 15h – Premiação | Basquete
15h às 16h – Premiação | Vôlei
16h – Premiação | Talentos do Basquete e do Vôlei
17h – Saída dos atletas Sesc
18h – Liga Gay | Jogos de Futshow *Tempo de jogo e premiação a definir
DIA 19.11
ARMAZÉM 2 – EXPERIMENTAÇÕES
11h às 11h30 – Aulão no Auditório | Alongamento + Circuito Funcional
14h às 14h30 – Aulão no Auditório | Ritmos
15h30 às 16h – Aulão no Auditório | Alongamento + Pilates
17h às 17h30 – Aulão no Auditório | Ritmos
20h – Início do show – Dudu Nobre
21h45 – Término do Show – Dudu Nobre
ARMAZÉM 3 – ESPORTES
08h às 09h – Chegada dos atletas Sesc
09h às 14h – Competição | Jogos de Futshow
09h às 14h30 – Competição | Judô
15h às 16h – Premiação | Futshow e Judô
16h – Premiação | Talentos do Judô e Futshow
17h – Saída dos atletas Sesc

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online.
agendaculturalrj@gmail.com

#agendaculturalrj
 

"4 - Peça de Câmara para 1 Atriz e 4 Personagens" - Duaia Assumpção - Teatro Glaucio Gill - Curtíssima Temporada


4 – Peça de Câmara para 1 Atriz e 4 Personagens
No Teatro Glaucio Gill
Curta temporada


A atriz Duaia Assumpção estreia curtíssima temporada do espetáculo “4-Peça de Câmara para 1 Atriz e 4 Personagens” no Teatro Glaucio Gill, em Copacabana. A peça, que conta com 3 apresentações, está de volta para a comemoração dos 30 anos de carreira da atriz, autora e diretora do espetáculo.

“O solo brinca com as sensações, cheiros, detalhes que são colocados em destaque. Durante a peça trabalho a mistura de teatro e cinema", revela a atriz Duaia Assumpção

4 – Peça de Câmara para 1 Atriz e 4, traz quatro personagens: uma mulher, uma velha, uma garota e um homem. Na peça, a Velha conta à Garota, sua neta, que o filho Homem quer matá-la. Sem saber disso, o homem volta ao lar que abandonou porque pressente que a Velha, sua mãe, vai morrer, reencontrando a Mulher e a Garota, sua filha.

Duaia Assumpção escreveu o texto, que recebeu o Prêmio Funarte de Estímulo à Dramaturgia 1996, há 20 anos. No espetáculo, Duaia conta com supervisões dos mais que premiados Domingos Oliveira (direção), Joaquim Assis (dramaturgia), Jacyan Castilho (movimento) e Ronald Teixeira (arte). A luz é de Mônica Diniz e os inserts sonoros de Joaquim Assis.

Ficha Técnica
Texto, Direção e atuação: Duaia Assumpção
Supervisão de Dramaturgia de Joaquim Assis
Supervisão de Direção de Domingos Oliveira
Supervisão de Movimento de Jacyan Castilho
Supervisão de Arte de Ronald Teixeira


Serviço
“4 - Peça de Câmara para 1 Atriz e 4 Personagens”
Local: Teatro Glaucio Gill
Endereço: Praça Cardeal Arcoverde, s/n - Copacabana
Data: 16, 23 e 30 de novembro
Horários: sessões às 17h30 e às 20h
Classificação: 12 anos
Gênero: Monólogo
Duração: 50 minutos
Valor do Ingresso: R$ 40,00
Bilheteria: horário de abertura 16h
Capacidade: 150 lugares

Agenda Cultural RJ
 ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos.

Divulgação de Midia Online

agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj


Samba da Feira agita ao som do Fundo De Quintal Evento gratuito que reúne famílias todo sábado, no Engenho de Dentro, é a melhor opção de lazer do subúrbio carioca. Começa às 15 horas


Samba da Feira agita ao som do Fundo De Quintal
Evento gratuito que reúne famílias todo sábado, no Engenho de Dentro, é a melhor opção de lazer do subúrbio carioca. Começa às 15 horas


Seguindo o sucesso do “Samba da Feira”, a roda de samba que conquistou o público do Engenho de Dentro, chega o grupo Fundo de Quintal. Com um grande histórico no samba carioca, eles serão os convidados especiais do Grupo Bororó para a próxima edição no sábado, dia 18, reunindo famílias e amigos. O evento gratuito começa às 15 horas e se estende até 23 horas, nos Armazéns do Engenhão, na parte externa do Estádio Nilton Santos.

Pelo ‘Samba da Feira’, já passaram craques como: Diogo Nogueira, Xande de Pilares, Reinaldo, Noca da Portela, Leandro Sapucahy, Revelação, Arlindinho, Marquynhos Sensação, Marquinho PQD, Juliana Diniz, Samba Xoxo, Samba do Chapéu, Soul mais Samba, João Martins, Renato da Rocinha, Grupo do Arruda, Renato Milagres, Rafael Bezerra, Familia Macabu e RDN.

A roda que começou despretensiosamente no quintal de uma casa em Piedade, agora é programa certo para famílias inteiras, das crianças aos idosos. São mais de 500 pessoas por sábado. Ao longo de quase dois anos, mais de 30 mil pessoas já curtiram o Samba da Feira. E todo esse sucesso sem patrocínio! Só mesmo com o suor e a criatividade de Mario Castilho, Diogo Viana, Eduardo Zebral, Marco Veiga e Rodrigo Guedes, amigos e sócios na empreitada – profissionais de diversas profissões: de administrador de empresa a servidor público e autônomo.

Além de ser a melhor opção de lazer para a galera do subúrbio – evento gratuito, com infraestrutura e segurança –, o Samba da Feira é também uma oportunidade de movimentar a economia local e dar oportunidade de trabalho e negócios para muita gente: músicos, equipe de bar, empresas de aluguel de cadeiras, banheiros químicos...

Fundo de Quintal

Fundo de Quintal é a melhor tradução da frase: “Aconselho a você, que seja sambista também”. Todo sambista é um pouco Fundo de Quintal, afinal, são mais de 40 anos de sucesso na Musica Popular Brasileira. Não é a toa que ele é, reconhecidamente, o grupo do gênero mais premiado e respeitado da história. Já foram 17 Prêmios da Musica Brasileira - Categoria Melhor Grupo de Samba, 4 Edições do Troféu Raça Negra - Categoria Melhor Grupo de Samba e turnês na Europa, EUA, Japão e África.

Entre as centenas de sucessos do grupo estão os clássicos: “Lucidez”, “Nosso Grito”, “Frasco Pequeno”, “Fada”, “Chuá Chuá”, “O Show Tem Que Continuar”, “Parabéns Pra Você”, “A Amizade”, “Batucada dos Nossos Tantãs”, “E Eu Não Fui Convidado”, “Boca Sem Dente”, “Ô Irene”, “Do Fundo do Nosso Quintal”, “Só pra Contrariar”, “Miudinho, meu bem”, “Falso Herói”, “Vai Lá Vai Lá” e “Parabéns pra Você”.

A vitalidade e a longevidade do Fundo de Quintal não têm segredo e a receita é simples: generosidade musical. Ele é, orgulhosamente, o berço de Jorge Aragão, Sombrinha, Almir Guineto, Arlindo Cruz, Walter Sete Cordas, Cleber Augusto e Neoci e padrinho das gerações de sambistas que vieram depois. O tempero dessa receita é a assinatura inconfundível do grupo.

História

O projeto teve seus primeiros passos dados por um grupo criado no aplicativo WhatsApp chamado “ Bororó Produções”. O grupo reunia-se frequentemente, na casa de um de seus integrantes para tomar uma cerveja, tocar um bom samba e se divertir. O local mais frequente para esses encontros era na rua Teresa Cavalcante, em Piedade, casa de Mario Castilho, que costumava acordar cedo, preparar uns camarões e ouvir um bom samba no quintal, enquanto acompanhava o movimento da feira que ocorre todo sábado, na rua onde mora.

Pintou, então, a ideia de comprar um barril de chopp e deixar as portas da garagem abertas para quem quisesse parar e curtir o samba. Surgia assim o Samba da Feira, que estreou no dia 14 de maio de 2016. O barril logo virou vários, tiveram de providenciar espaço para os barraqueiros e para a galera que só aumentava a cada dia de feira. Não demorou para o samba, que ia das 10h às 16h, virasse febre e atraísse público do bairro e das adjacências.

O evento cresceu, e vieram os problemas: reclamações de vizinhos por causa do barulho, reclamações dos feirantes... Foram conversar com o administrador regional da XIII R.A. e receberam a oferta de fazer a roda nos Armazéns do Engenhão, localizados na parte externa do Estádio Nilton Santos. A continuidade do projeto estava assegurada.

“No dia 3 de dezembro de 2016, migramos para nossa nova casa, mantendo nossas premissas e filosofias podendo oferecer um pouco mais de comodidade e conforto para todos. Conseguimos maximizar nosso público e alavancar nosso plantel de convidados”, comemora Castilho. E conclui: “Enquanto o samba for capaz de curar almas feridas, revigorar estruturas, reacender luzes, reencontrar caminhos e transcender prazeres, não mediremos esforços em persistir e preservar com nossos ideais”.

Serviço:
Samba da Feira recebe Fundo de Quintal
Sábado, dia 18, das 15h às 23h
Armazéns do Engenhão
Endereço: (Pça do Trem - em frente à Estação Engenho de Dentro)

Entrada franca.

Classificação livre.

Agenda Cultural RJ
 ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos.

Divulgação de Midia Online

agendaculturalrj@gmail.com

 #agendaculturalrj

“PEÇA RUIM” a comedia hilária, que conta a história de um diretor de teatro em crise, em cartaz no Teatro Serrador, em curta temporada


“PEÇA RUIM”

Peça já encenada, com sucesso de pública e crítica no Teatro Tablado, no Teatro Café Pequeno, no Teatro do Planetário, no Teatro do SESI (Centro), no Teatro SESC-Tijuca e no Circuito SESI – RJ.
O protagonista, um diretor de teatro está em crise. Ele se vê perdido entre uma paixão não correspondida por uma atriz de seu grupo e o caótico processo de ensaios de sua companhia. Como forma de desabafo, decide escrever uma peça, na qual ele pode exprimir o que pensa dos atores de seu grupo, e também se aproximar da atriz por quem é apaixonado.
Nessa Peça Ruim, o diretor se dá o codinome de Bisão. Enquanto isso, a companhia está ensaiando ÉdipoRei, uma proposta ousada para a experiência do grupo e do encenador. É no palco que Bisão escreve, dirige e ensaia encena. Tudo ao mesmo tempo!

As coisas ficam mais desastrosas quando a peça passa em um Edital de Financiamento do Estado da Bahia. A única condição para o projeto ser contemplado com o financiamento é que o grupo seja composto por baianos.
A confusão aumenta quando os atores cariocas passam para a fase final e têm que apresentar o clássico Édipo Rei para uma banca examinadora. A companhia então decide, em comum acordo, ensaiar ÉdipoRei com sotaque nordestino e se o Bisão já achava a peça ruim, agora ele tem certeza de que tudo dará errado.


FICHA TÉCNICA
Texto e Direção: Daniel Belmonte
Elenco: Adriano Martins, André Dale, Hernane Cardoso, Joana Castro, Leonardo Bianchi,MariannaPastori e Pedro Thomé
Cenário: Julia Marina
Figurino: AnoukZee
Direção de Arte: Colmar Diniz
Iluminação: Felipe Lourenço
Produção: Daniel Belmonte e Isis Pessino

Serviço:
Peça Ruim
Endereço: Teatro Municipal Serrador – Rua Senador Santas, 13, Cinelândia
Exibição: 09 a 25 de novembro
Dia: quinta, sextas e sábados
Horário: 19h30
Classificação: 16 anos
Duração: 60 min
Ingressos: R$ 40 (inteira) R$ 20 (meia)

Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online.
Contato: agendaculturalrj@gmail.com
 #agendaculturalrj

  Instagram

Passando o feriado tem evento estreando na Zona Norte ... É a primeira edição do Grajaú Gastro Fest, feira de gastronomia de rua e foodtrucks, que vem para movimentar a praça Edmundo Rêgo.

Grajaú Gastro Fest estreia na praça Edmundo Rêgo, no Grajau, dias 17 e 18 de novembro. Entrada Franca!

Grajaú Gastro Fest estreia na praça Edmundo Rêgo



Passando o feriado tem evento estreando na Zona Norte ... É a primeira edição do Grajaú Gastro Fest, feira de gastronomia de rua e foodtrucks, que vem para movimentar a praça Edmundo Rêgo. Nos dias 17,18 e 19 de novembro mais de 20 expositores e foodtrucks estão confirmados em um dos maiores eventos da região. A programação conta ainda com shows gratuitos e espaço de recreação para as crianças.​​

Entre as boas do menu, delícias dos melhores expositores do Rio com opções de Burger artesanal, sanduíches, crepes, espetinhos, doces e chocolate. Para beber, drinks exclusivos, cervejas artesanais, vinho, capivodkas e muito mais.

Para as crianças, oficinas de pintura e jogos de playstation, sábado e domingo, das 12h às 18h.

O ​Grajaú Gastro Fest acontece de 17 a 18 de novembro, das 12h às 22h, na Praça Edmundo Rêgo, no ​Grajaú.
Informações sobre o evento: 99904-0973.

Serviço

Grajaú Gastro Fest
Datas: 17,18 e 19 de Novembro
Horário: 12h às 22h
Local: Praça Edmundo Rêgo
Entrada Franca

Programação

17/11 - Sexta - Rubber Band | 19h às 22h.

18/11 - Sábado - Show Rafael Soares | 18h30 às 21:30h.

19/11 - Show Pepe Moraes - Cazuza Cover | 18h às 21h.

Agenda Cultural RJ 
▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online.
agendaculturalrj@gmail.com
#agendaculturalrj

 

16 de nov de 2017

Hoje, Jovens comediantes estreiam Stand up “4 Amigos” no Theatro Net Rio


Jovens comediantes estreiam Stand up “4 Amigos” no Theatro Net Rio

Thiago Ventura, Dihh Lopes, Marcio Donato e Afonso Padilha se apresentam dia 16 de novembro, quinta-feira, às 21h30.

Os comediantes Thiago Ventura, Dihh Lopes, Marcio Donato e Afonso Padilha, são amigos de longa data, e se juntam para realizar este espetáculo de Stand Up Comedy, de cara limpa, sem adereços. Os 4 se revezam no palco por cerca de 15 minutos cada, contando suas melhores observações do cotidiano e no final do espetáculo se reúnem no palco para contar assuntos pessoais um dos outros demonstrando o porquê são tão amigos. Com estilos diferentes, cada um com suas particularidades, o show “4 Amigos” tem todos os ingredientes que contagiam a plateia, trazendo problemas particulares para arrancar boas risadas. O público pode conferir uma única apresentação na próxima quinta-feira, dia 16, às 21h30, no Theatro Net Rio, em Copacabana.

SERVIÇO:4 AMIGOS
Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).

Horário: 21h30.
Data: 16 de novembro.
Classificação: 16 anos.
Duração: 85 minutos.
Ingresso: R$ 70,00 (plateia e frisas) R$ 60,00 (balcão)
Direito à meia entrada e descontos : http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html

Capacidade do Teatro: 622 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetrio.com.br

Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido - (11) 4003 - 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido - (11) 4003 - 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone - (11) 4003 - 1212
Horário de funcionamento - Todos os dias das 10h às 18h.
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Reservas para grupos: Guilherme Romeu - guilhermeromeu@brainmais.com / (21) 96629 - 0012
Horário de atendimento - De Segunda a Sábado de 14h às 21h.
Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.
Acessibilidade
Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães, 598.
Agenda Cultural RJ 
▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online.
agendaculturalrj@gmail.com
#agendaculturalrj

 

O aclamado e premiado ‘Beatles Num Céu de Diamantes’, da dupla Charles Möeller & Claudio Botelho, é um fenômeno teatral. Em cartaz desde 2008, o espetáculo já foi visto por mais de 700 mil espectadores em 16 (dezesseis) temporadas


Sucesso de crítica e púbico, “Beatles Num Céu de Diamantes” retorna ao Theatro Net Rio





Dirigido por Charles Möeller & Claudio Botelho, musical traz clássicos e ‘lados b’ do mítico grupo inglês a partir do dia 11 de novembro.


Iniciando as comemorações de 10 anos de sucesso, o espetáculo musical ‘Beatles Num Céu de Diamantes’ reestreia no Theatro Net Rio no próximo dia 11 de novembro para uma curta temporada no fim do ano de 2017.
O aclamado e premiado ‘Beatles Num Céu de Diamantes’, da dupla Charles Möeller & Claudio Botelho, é um fenômeno teatral. Em cartaz desde 2008, o espetáculo já foi visto por mais de 700 mil espectadores em 16 (dezesseis) temporadas, com apresentações no Rio e São Paulo, em turnês por diversas cidades do Brasil e no exterior, em Lyon, na França.
‘Beatles num céu de diamantes’ é uma revista musical com a obra dos Beatles. Sem exatamente um enredo único, mas apontando diversas pequenas histórias e situações interpretadas a cada canção, o espetáculo traz clássicos e músicas ‘lados b’ do mítico grupo inglês. É um passeio da dupla Möeller & Botelho por um dos repertórios mais ricos da música popular mundial, criado na década de 60.
Com recursos cênicos mínimos, e sem texto propriamente dito, a música é a grande protagonista do espetáculo, com suas letras originais em inglês. As canções são rearranjadas para a linguagem do teatro musical e agrupadas em temas como o sonho, a fuga, a descoberta, os encontros, a decepção, o amadurecimento e a volta. Não há um único número no estilo “cover de Beatles”, não vemos uma biografia do grupo, e sim uma viagem pelas canções e o que elas trazem ao nosso imaginário.
No palco, oito atores-cantores, acompanhados por três músicos em instrumentos como piano, violoncelo, violão, ukulele e percussão, apresentam uma teatral e emocionante visão sobre a mais forte invenção da música popular nos últimos 50 anos: a obra dos Beatles.


FICHA TÉCNICA
Com Alessandra Verney, Analu Pimenta, Chris Penna, Gabi Porto, Gottsha, Jules Vandystadt, Lui Coimbra, Naife Simões, Rodrigo Cirne, Sergio Dalcin e Tony Lucchesi.
Direção: Charles Möeller
Direção Musical: Claudio Botelho
Roteiro: Charles Möeller, Cristiano Gualda e Jules Vandystadt
Arranjos instrumentais: Delia Fischer
Arranjos Vocais / Arranjos Adicionais: Jules Vandystadt
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros
Coordenação Artística: Tina Salles
Direção de Produção: Carla Reis


SERVIÇO:
BEATLES NUM CÉU DE DIAMANTES
Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).
Temporada: De 11 de novembro até 17 de dezembro.
Horário: Sexta e Sáb 21h / domingo 18h
Classificação: Livre
Duração: 90 minutos.
Ingresso: R$ 120,00 (plateia) R$ 100,00 (frisas) R$ 80,00 (balcãoI) R$ 50,00 (Balcão II)
Direito à meia entrada e descontos :  http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html
Capacidade do Teatro: 622 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetrio.com.br
Vendas pela internet:  www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido - (11) 4003 - 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido - (11) 4003 - 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone - (11) 4003 - 1212
Horário de funcionamento - Todos os dias das 10h às 18h.
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Reservas para grupos: Guilherme Romeu - guilhermeromeu@brainmais.com / (21) 96629 - 0012
Horário de atendimento - De Segunda a Sábado de 14h às 21h.
Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.
Acessibilidade
Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães,  598


Agenda Cultural RJ 
Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online.
Contato: agendaculturalrj@gmail.com
#agendaculturalrj

  Instagram

Exposição OBLÍQUOS / Flavia Junqueira traz para essa mostra imagens dos mais lindos e importantes cavalos de carrossel já fabricados ao longo da história.

OBLÍQUOS

Lá fora vai um redemoinho de sol

os cavalos do carrossel...

Árvores, pedras, montes, bailam

parados dentro de mim...

Noite absoluta na feira iluminada,

luar no dia de sol lá fora,

E as luzes todas da feira

fazem ruídos dos muros do quintal...

Chuva Oblíqua

Fernando Pessoa


Mais uma vez, Flavia Junqueira nos convida a mergulhar bem fundo nas lembranças, na emoção, na fantasia. As imagens por ela coletadas trazem também o som e o movimento inseparáveis dos carrosséis nos parques de diversão, nas feiras e festas populares. O olhar se perde na beleza dos cavalos de madeira, nas crinas esvoaçantes, no movimento garboso das patas em galope. E eles giram, e tornam a girar, e sobem e descem incansáveis na nossa imaginação, ao som da música singela que acompanha a cavalgada. No carrossel, todos que entram na brincadeira são heróis, soldados ou guerreiros, princesas ou rainhas. Mas os cavalos estão presos, trespassados por um eixo vertical que os impede de alçar voos mais livres. Talvez esse seja o maior dilema, aquilo que mais nos emociona: a força e a vitalidade submetidas. Tudo nos cavalos de carrossel sugere o movimento livre, mas na verdade é apenas fantasia. Eles não sairão da roda, jamais se cansarão de girar, nunca irão refugar nem jogar seus cavaleiros ao chão. Estão ali aprisionados porque assim é necessário, é mais seguro.

Flavia Junqueira traz para essa mostra imagens dos mais lindos e importantes cavalos de carrossel já fabricados ao longo da história. Mas ao intervir nas imagens a artista faz com que lanças de metal dourado cruzem, na diagonal, o corpo dos animais. Não é mais um eixo vertical que prende os cavalos, mas dardos oblíquos. Não são mais cavalinhos de carrossel. São os cavalos que a artista idealizou.

As inúmeras fotos, que Flavia colecionou por anos, indicam o fascínio que a temática dos brinquedos e dos parques de diversão exerce sobre ela. As imagens que ficaram impressas têm a cor e a memória de outro tempo. São agora apenas lembranças que trazem certamente a nostalgia. São flagrantes de uma realidade oblíqua que já não é. São instantâneos que inquietam o olhar, pois estarão para sempre impregnados de melancolia. Como lanças douradas que atravessam a alma.

OBLÍQUOS
Exposição individual da artista Flávia Junqueira
Curadoria: Isabel Sanson Portella
Abertura: 11 de novembro de 2017 | 15h-21h
Em cartaz até 09 de dezembro de 2017
Quadra: Rua Dias Ferreira 175
Segunda a sexta, 14h - 19h

Grátis 


Agenda Cultural RJ ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. Divulgação de Midia Online. 
Contato: agendaculturalrj@gmail.com 

#agendaculturalrj

Instagram

Alessandra Verney estreia novo show “Café de Hotel” dia 27 de novembro no Theatro Net Rio Apresentação acontece às 21h dentro do projeto “Além da Cena”.

 Alessandra Verney estreia novo show “Café de Hotel” dia 27 de novembro no Theatro Net Rio
       Apresentação acontece às 21h dentro do projeto “Além da Cena”. 


Cantora, atriz e compositora, Alessandra Verney se destaca como um dos principais nomes no Teatro Musical no Brasil. Depois do sucesso do lançamento do show em São Paulo, apresenta pela primeira vez no Rio de Janeiro o seu trabalho solo na música, no mesmo ano em que completa 25 anos carreira. Sua proposta artística reúne composições próprias e releituras de clássicos da MPB, já gravadas por artistas consagrados do grande público.  A estreia carioca do show “Café de Hotel”, acontece dia 27 de novembro às 21h no Theatro NET Rio, em Copacabana. 

Em todo "Café de Hotel", podem acontecer as mais diversas situações: encontros e desencontros, reflexões, surpresas, despedidas, novos amores... Extravagante ou simples, farto ou escasso, dentro do cotidiano “expresso” desse ambiente, pessoas que por ali estão de passagem, podem estar dispostas a viver algo diferente ou simplesmente continuar na sua zona de conforto.

Essa atmosfera está presente na escolha do repertório, cuja sonoridade passeia pelo acústico dos violões somados às distorções das guitarras e elementos eletrônicos, acompanhados do peso da percussão brasileira.

Roupagens inusitadas para canções muito conhecidas da MPB como "Noturno", consagrado na voz de Fagner e "Cadê você", de Odair José, são destaques do repertório, ao lado de composições inéditas de Alessandra Verney, como a canção que dá nome ao show.

A direção musical é do baixista e produtor musical Fernando Nunes, que já trabalhou com nomes como Cássia Eller e, atualmente, acompanha Zeca Baleiro.

FICHA TÉCNICA
Direção Musical: Fernando Nunes.
Direção de Arte: Barbara Lana
Supervisão de Cenografia: Natália Lana
Figurino: Fabiana Milazzo
Fotos : Vinicius Bertolli.
Assistente de Produção: Luiz Felipe Manso
Direção de Produção: Rodrigo Medeiros.
Produção Associada: R+ Marketing
Realização: Monarca Produções Artísticas
Apoio: Porto Seguro.

SOBRE ALESSANDRA VERNEY

A atriz e cantora, nascida em Santa Maria (RS), iniciou sua carreira artística como cantora e, ainda em Porto Alegre, recebeu o Prêmio Açorianos de Música, na categoria Artista Revelação.

No Rio de Janeiro, começou sua extensa trajetória no Teatro Musical através da dupla Möeller & Botelho, com quem fez muitos espetáculos como “Cole Porter - Ele nunca disse que me amava” e “7 - O Musical”. No cinema, estreou ao lado de Marco Nanini num dos principais papéis de “Apolônio Brasil”, de Hugo Carvana.

Destacam-se, também, seus trabalhos realizados com Miguel Falabella, como os musicais “Império” e “Alô Dolly” ; a comédia “O que o Mordomo Viu”, de Joe Orton - pela qual ganhou o Prêmio Aplauso Brasil de Melhor Atriz Coadjuvante de 2014 - e a série Global, “Sexo e as Negas”.

Em “Kiss Me Kate - O Beijo da Megera”, a artista protagonizou a famosa obra de Cole Porter ao lado de José Mayer e, por sua atuação, recebeu o Prêmio Cesgranrio de Melhor Atriz em Musical, sendo também indicada ao Prêmio Shell de Melhor Atriz e aos Prêmios APTR e Reverência.

Como solista convidada, participou de concertos da Orquestra Unisinos Anchieta, sob regência do Maestro Evandro Matté, no RS.

Na TV, seu trabalho mais recente foi a novela “Rock Story”, de Maria Helena Nascimento, no papel de Patrícia, sob direção de Dennis Carvalho.

Em 2017, Alessandra Verney também fez nova temporada do musical “Beatles num céu de diamantes”, de Moeller & Botelho e ingressou no elenco de “Milton Nascimento - Nada será como antes”,  também da dupla, para uma breve turnê no Nordeste. Além disso, acaba de rodar o longa “Jovens Polacas”, de Alex Levy-Heller e está prestes a estrear a peça “Do outro lado”, com Vanessa Gerbelli.

Sobre o Theatro Net 

Arrendado em abril de 2011 pelos produtores culturais Frederico Reder e Juliana Reder, sócios da produtora Brain+, o antigo teatro Tereza Rachel teve sua reforma iniciada no mesmo ano, após mais de dez anos sem atividades. Quatro décadas depois de sua primeira inauguração, o Theatro Net Rio abriu suas cortinas no dia 4 de abril de 2012, com o espetáculo "BIBI – Histórias e Canções", no qual Bibi Ferreira comemorava seus 90 anos de vida e 70 anos de carreira. No dia 7 de abril, foi inaugurado para o grande público.

Entre shows, musicais, peças de teatro e espetáculos de dança já promoveu mais de 1500 sessões para um público acima de um milhão de pessoas. O espaço conta com duas salas, sendo a maior, Sala Tereza Rachel, com capacidade de 622 lugares e a menor, Sala Paulo Pontes, com 100 lugares.

Dois anos depois os mesmos produtores inauguraram o Theatro NET São Paulo, localizado no quinto andar do Shopping Vila Olímpia. Com uma grande festa a noite do dia 18 de julho de 2014 foi marcada por um inesquecível show de Gilberto Gil. Desde então, o teatro já recebeu em seu palco grandes nomes da MPB, além de espetáculos musicais e eventos corporativos. Com 2.300 m² a estrutura conta com arquitetura moderna e tecnologia de ponta. Apesar de grandioso, tudo no Theatro NET São Paulo é aconchegante.

Ambas as casas têm pleno funcionamento, com uma programação diversificada, todos os dias da semana, e preza pelo bem-estar do público e dos artistas e pela excelência em seu atendimento.

Sobre a produtora Brain+ 

Depois de conquistar diferencial em sua área, a Brain+ - que nasceu Brainstorming Entretenimento - hoje comemora sete anos e movimenta o setor da economia criativa no Brasil, a partir de São Paulo e Rio de Janeiro, com a operação consolidada de dois teatros.
Por meio de contratos de naming right/patrocínio com a empresa de serviços de telecomunicações e entretenimento via cabo Net, viabiliza a operação dos Theatro Net Rio e Theatro Net São Paulo.
Conduzindo diretamente todos os seus negócios, Fred Reder comemora cada crescimento e novas conquistas profissionais. Seu nome é sinônimo de ousadia no cenário cultural do eixo Rio/São Paulo e sua ambição ultrapassa essas fronteiras. Ainda este ano, sua empresa tem a expectativa de crescer cada vez mais nesse mercado de entretenimento cultural, com a abertura de novos teatros.
Em paralelo aos gerenciamentos das casas, a Brain+ traz ainda em seu catálogo a produção de espetáculos, que são sucesso de público e crítica. Tango, Bolero e Cha Cha Cha; O Pacto das 3 Meninas; Romeu e Julieta; e, Avenida Q são alguns deles. Além dos mais recentes: Qualquer Gato Vira-Lata Tem a Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa; E Aí, Comeu?; Constellation, O Musical; O Último Lutador; Ou Tudo Ou Nada.

SERVIÇO:
ALESSANDRA VERNEY 
Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).
Horário: 21h.
Data: 27 de novembro.
Classificação: 12 anos.
Duração: 70 minutos.
Ingresso: R$ 80,00 (plateia e frisas) R$ 60,00 (balcão)
Direito à meia entrada e descontos :  http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html
Capacidade do Teatro: 622 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetrio.com.br
Vendas pela internet:  www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido - (11) 4003 - 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido - (11) 4003 - 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone - (11) 4003 - 1212
Horário de funcionamento - Todos os dias das 10h às 18h.
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Reservas para grupos: Guilherme Romeu - guilhermeromeu@brainmais.com / (21) 96629 - 0012
Horário de atendimento - De Segunda a Sábado de 14h às 21h.
Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.
Acessibilidade
Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães, 598.

Agenda Cultural RJ
 ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos.
Divulgação de Midia Online
agendaculturalrj@gmail.com
 #agendaculturalrj

  Instagram

Tulipa Ruiz traz lançamento de show TU ao Theatro NET RIO. Nude, Tulipa Ruiz lança seu quarto álbum, "TU"


Tulipa Ruiz traz lançamento de show TU ao Theatro NET RIO.

Nude, Tulipa Ruiz lança seu quarto álbum, "TU"



TU, com letra maiúscula. Em capslock para acentuar a grafia da palavra e assim mergulhar em seu significado. TU sou eu e é você. TU é a gente. Tu também é dois. Two. Eu e Gustavo, meu irmão e parceiro musical. Tu é para. É oferenda. A ideia do disco nasceu a partir de uma gira que fizemos voz e violão, formato que eu gosto de chamar de “nude”, porque é como se as músicas estivessem peladas. Tocar as músicas desse jeito nos aproximou da espinha dorsal de cada canção. E fiquei com vontade de gravá-las assim: um violão, uma voz e algumas poucas percussões.

Este é o conceito do disco. Sobretudo em um momento onde a tecnologia nos dispersa e a overdose de informação nos sobrecarrega, quis fazer um disco mais íntimo, mais próximo, mais cru. Em tempos de relações rasas, esse é um disco que me aproxima do ritual da fogueira. Do olho no olho. Dos meus amigos. Os antigos e os novos. Os da floresta e os da cidade. Tu sou eu, Gustavo e Stéphane San Juan. Gustavo no violão e na inventação das músicas junto comigo. Stephane nas percussões. Os dois na produção do disco. Scotty Hard foi o engenheiro de som.

A primeira intuição que tivemos para TU é que seria um disco de releituras, mas durante o processo músicas novas apareceram. Cinco novas e quatro releituras. Ao todo são nove e eu gostei desse número porque o 9 contém a experiência de todos os números anteriores. Tem a ver com o conceito do disco: incorporar em sua atmosfera e existência a experiência dos discos anteriores.

Das regravações, vieram a minha "Pedrinho" e "Desinibida", parceria com o músico português Tomás Cunha Ferreira, da banda Os Quais. Elas entraram para o disco porque trazem personagens livres e gente livre merece destaque. São praticamente a mesma pessoa. "Algo Maior" (minha, do Gustavo e do meu pai Luiz Chagas) e "Dois Cafés" (minha e do Gustavo) foram relidas porque que precisavam ser ditas de novo. Foram tocadas poucas vezes nos shows com banda e verbalizá-las me fortalece.

Das novas, fiz “Pólen”. “Game” e “Tu” são parcerias com Gustavo. “Terrorista del Amor” é a minha segunda experiência em uma composição coletiva (a primeira foi em Víbora). É uma parceria com Ava Rocha, Paola Alfamor, Gustavo Ruiz e Saulo Duarte.  “Pedra”, que fecha o disco, é uma música feita pelo meu pai, Luiz Chagas, no ano em que nasci e que nunca tinha sido gravada. Tenho dois convidados muito especiais no disco. Mauro Refosco, em “Algo Maior” e Adan Jodorowsky em “Terrorista del Amor”.

Gravamos as músicas no estúdio do Scotty, no Brooklyn, em duas semanas. Incrível o jeito que ele capta e o som. O violão do Gustavo ficou especial. Impressionante a sintonia que se deu entre a gente e a contribuição de cada um. Gustavo na arregimentação de tudo e na percepção da minha musicalidade. Stepháne, com seu olhar estrangeiro de francês radicado no Rio e no Mali, levou nossas músicas para novos lugares e, além de um ar cosmopolita, trouxe ancestralidade para a nossa fogueira.

Este é o nosso primeiro projeto 100% digital. E escolhemos como parceiros a ONErpm, que nos acolheu de braços abertos no Brasil e em Nova York colocando toda sua estrutura à nossa disposição. As parcerias foram fundamentais para que TU se materializasse.

Esse disco também é resultado de nossas andanças. Nos dois últimos anos tocamos muito pela América Latina, sobretudo México, e TU também vem da vontade de dialogar mais com que está ao nosso redor e parece distante pela barreira da língua.

Esse disco me aproxima de todos os meus cordões umbilicais.

Sobre os caras

Gustavo Ruiz é meu produtor musical. Juntos temos muitas conquistas, como um Grammy de Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro. Gustavo, além de me produzir, produziu discos de bandas que moram na minha vitrola. Junio Barreto, Trupe Chá de Boldo, Zé Pi, Juliana Kehl, Porcas Borboletas, Verônica Ferriani, Pedro Moraes, Plutão Já Foi Planeta e agora Maurício Pereira.

Gustavo conheceu Stéphane quando tocavam juntos na banda da Vanessa da Mata. Stepháne hoje vive entre Brasil e EUA e já tocou com importantes nomes, como a dupla africana Amadou e Mariam e a inglesa Jane Birkin. Ele nos apresentou Scotty Hard, reconhecido por seu trabalho com artistas de hip-hop e jazz, como Cypress Hill e Medeski Martin and Wood. No Brasil, Scotty gosta de trabalhar com a Nação Zumbi.

Stepháne é amigo do Mauro Refosco, percussionista brasileiro radicado em NY e ele um dia foi visitar a gente no estúdio. Já conhecíamos o seu trabalho com a banda Forró in The Dark e suas contribuições com David Byrne, Red Hot Chili Peppers e Tom York, além de muitos amigos em comum. Mostramos algumas músicas para ele e sua presença no disco acabou sendo inevitável. Ele fez o arranjo de percussões junto com o Stephane em “Algo Maior.

Adan Jodorowsky entrou para a história porque eu entendi durante as gravações que precisava de uma voz caminhando comigo em “Terrorista del Amor”. Adan é filho do diretor Alejandro Jodorowsky e tocamos em duas ocasiões que homenageavam seu pai, a Feira Internacional do Livro de Guadalajara e os Prêmios Fênix de Cinema. Adan, além de músico, também é diretor e ator.

Sobre o Theatro Net

Arrendado em abril de 2011 pelos produtores culturais Frederico Reder e Juliana Reder, sócios da produtora Brain+, o antigo teatro Tereza Rachel teve sua reforma iniciada no mesmo ano, após mais de dez anos sem atividades. Quatro décadas depois de sua primeira inauguração, o Theatro Net Rio abriu suas cortinas no dia 4 de abril de 2012, com o espetáculo "BIBI – Histórias e Canções", no qual Bibi Ferreira comemorava seus 90 anos de vida e 70 anos de carreira. No dia 7 de abril, foi inaugurado para o grande público.
Entre shows, musicais, peças de teatro e espetáculos de dança já promoveu mais de 1500 sessões para um público acima de um milhão de pessoas. O espaço conta com duas salas, sendo a maior, Sala Tereza Rachel, com capacidade de 622 lugares e a menor, Sala Paulo Pontes, com 100 lugares.
Dois anos depois os mesmos produtores inauguraram o Theatro NET São Paulo, localizado no quinto andar do Shopping Vila Olímpia. Com uma grande festa a noite do dia 18 de julho de 2014 foi marcada por um inesquecível show de Gilberto Gil. Desde então, o teatro já recebeu em seu palco grandes nomes da MPB, além de espetáculos musicais e eventos corporativos. Com 2.300 m² a estrutura conta com arquitetura moderna e tecnologia de ponta. Apesar de grandioso, tudo no Theatro NET São Paulo é aconchegante.
Ambas as casas têm pleno funcionamento, com uma programação diversificada, todos os dias da semana, e preza pelo bem-estar do público e dos artistas e pela excelência em seu atendimento.

Sobre a produtora Brain+

Depois de conquistar diferencial em sua área, a Brain+ - que nasceu Brainstorming Entretenimento - hoje comemora sete anos e movimenta o setor da economia criativa no Brasil, a partir de São Paulo e Rio de Janeiro, com a operação consolidada de dois teatros.
Por meio de contratos de naming right/patrocínio com a empresa de serviços de telecomunicações e entretenimento via cabo Net, viabiliza a operação dos Theatro Net Rio e Theatro Net São Paulo.
Conduzindo diretamente todos os seus negócios, Fred Reder comemora cada crescimento e novas conquistas profissionais. Seu nome é sinônimo de ousadia no cenário cultural do eixo Rio/São Paulo e sua ambição ultrapassa essas fronteiras. Ainda este ano, sua empresa tem a expectativa de crescer cada vez mais nesse mercado de entretenimento cultural, com a abertura de novos teatros.
Em paralelo aos gerenciamentos das casas, a Brain+ traz ainda em seu catálogo a produção de espetáculos, que são sucesso de público e crítica. Tango, Bolero e Cha Cha Cha; O Pacto das 3 Meninas; Romeu e Julieta; e, Avenida Q são alguns deles. Além dos mais recentes: Qualquer Gato Vira-Lata Tem a Vida Sexual Mais Sadia Que a Nossa; E Aí, Comeu?; Constellation, O Musical; O Último Lutador; Ou Tudo Ou Nada.


SERVIÇO:

TULIPA RUIZ
Theatro Net Rio – Sala Tereza Rachel. Rua Siqueira Campos, 143 – Sobreloja – Copacabana. (Shopping Cidade Copacabana).
Horário: 21h.
Data: 21 DE NOVEMBRO.
Classificação:  12 anos.
Duração: 60 minutos.
Ingresso: R$ 100,00 (plateia) R$ 80,00 (frisa e balcão).
Direito à meia entrada e descontos :  http://www.theatronetrio.com.br/pt-br/bilheteria.html
Capacidade do Teatro: 622 lugares.
Telefone do teatro: 21 2147 8060 / 2148 8060
Site: www.theatronetrio.com.br
Vendas pela internet:  www.ingressorapido.com.br ou pelo aplicativo do Ingresso Rápido.
Vendas pelo telefone: Informações e compra Ingresso Rápido - (11) 4003 - 1212
Atendimento pós venda Ingresso Rápido - (11) 4003 - 2051
Informações sobre ponto de venda da Ingresso Rápido de outros eventos fora do Theatro Net Rio, somente pelo telefone - (11) 4003 - 1212
Horário de funcionamento - Todos os dias das 10h às 18h.
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Reservas para grupos: Beatriz Barcelos - beatrizbarcelos@brainmais.com
Somente pelo telefone: (21) 96629 - 0012
Horário de atendimento - De Segunda a Sábado de 14h às 21h.
Formas de pagamento: Aceitamos todos os cartões de crédito, débito, vale cultura nas bandeiras (Alelo & Ticket) e dinheiro. Não aceitamos cheques.
Acessibilidade
Estacionamento no Shopping, entrada pela Rua Figueiredo Magalhães, 598.

Agenda Cultural RJ
 ▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos.
Divulgação de Midia Online
agendaculturalrj@gmail.com
 #agendaculturalrj

  Instagram

A Exposição “Estamos Vivos” traz cerca de 50 obras do artista visual, entre gravuras, desenhos, colagens, fotografias, pinturas e técnicas mistas de 9 a 30 de novembro


Daniel Gnattali apresenta terceira individual na Blé Galeria e Arte, em Botafogo

A Exposição “Estamos Vivos” traz cerca de 50 obras do artista visual, entre gravuras, desenhos, colagens, fotografias, pinturas e técnicas mistas de 9 a 30 de novembro

Temas como natureza, religiosidade, mitos, espiritualidade e sagrado são recorrentes no trabalho do jovem artista carioca



“Estamos Vivos” é a terceira exposição individual do artista visual carioca Daniel Gnattali, que apresenta cerca de 50 obras entre 9 a 30 de novembro na Blé Galeria e Arte, em Botafogo, com entrada franca. Com temas diretamente relacionados à natureza e à espiritualidade, o sagrado transparece ora explícita, ora subliminarmente, em suas gravuras impressas em fine art; em desenhos, colagens, fotografias e pinturas em aquarela, guache e acrílica, além de técnicas mistas, caminhos que o artista percorre para manifestar um estado de consciência desperto e conectado com o entorno. A curadoria é do artista plástico Valerio Ricci Montani.

O jovem artista de 31 anos, morador de Santa Teresa, vê nas artes visuais a possibilidade de se expressar. Trabalhos autorais e comerciais são registros gráficos da própria elaboração da consciência de Daniel Gnattali, que o faz perceber suas obras como janelas para questionamentos cada vez mais profundos, seja por meio de um cartum bem-humorado sobre um tema do cotidiano, um rótulo psicodélico de cerveja ou uma série de pinturas dedicadas a São Jorge e as lendas que cercam o santo guerreiro.

“A natureza, como símbolo primordial desta conexão, é amplamente retratada no meu trabalho, tanto como tema principal quanto como pano de fundo. A representação de mitos e rituais é, igualmente, uma maneira de encontrar este lugar sagrado, da consciência presente. É uma forma antiga de procurar um significado para nossa existência por meio da sacralização da vida”, explica o artista, que é filho do arranjador e compositor Roberto Gnattali, sobrinho-neto do maestro Radamés Gnattali e irmão da cantora Nina Becker.

“ESTAMOS VIVOS”
Para Daniel Gnattali, o nome da exposição refere-se à consciência e à valorização da experiência de estarmos vivos, cientes de nossa finitude e imperfeição. “No entanto, é da consciência da imperfeição que nasce a busca pelo perfeito. Não a perfeição puramente estética – esta seria apenas um sintoma –, mas uma perfeição horizontal e vasta, um engrandecimento da vida por meio de uma compreensão cada vez maior do todo e menos individual”, completa.

“ESTAMOS VIVOS”
Exposição do artista visual Daniel Gnattali
Blé Galeria e Arte – Rua dezenove de fevereiro 184, Botafogo. Tel.: 3820 9017
Abertura: 9 de novembro (quinta), a partir das 18h. Até 30/11.
Visitação: de 2ª a 4ª, das 12h às 22h | 5ª e 6ª, das 12h à 1h | sábado, das 15h à 1h.
Entrada franca
ORIGEM E TRAJETÓRIA

Vem da infância a relação de Daniel Gnattali com o desenho. Quando criança, ele gostava de copiar os personagens das revistas de história em quadrinhos. Depois, Daniel passou pela fase dos super-heróis e das animações japonesas, até decidir cursar a faculdade de desenho industrial.

Autor da ilustração “Mantra” (imagem à esquerda), que viralizou em 2012 e até hoje é sucesso de vendas nas lojas Touts, atualmente Daniel Gnattali se divide entre os projetos artísticos pessoais e profissionais. Publicadas em seu site, Facebook e Instagram, os cartuns e tirinhas são carregados de humor e poesia. “Descobri nas tiras uma mídia interessante para que eu pudesse falar de temas atuais, engraçados, misturando poesia com desenho”.

Entre as suas influências estão as ilustrações oníricas do australiano Shaun Tan, as tirinhas do argentino Liniers e do carioca Arnaldo Branco, além dos trabalhos do ilustrador paulista Orlando Pedroso e do artista plástico e ilustrador carioca Renato Alarcão. “Em 2009, fiz um curso com o Alarcão que me abriu muito a cabeça. Descobri que a ilustração poderia ir muito além do desenho”.

Inspirado nas matas que permeiam o Rio de Janeiro, Gnattali retrata o verde da cidade, seus moradores e os hábitos dos cariocas em suas tirinhas e na coluna Passarinho, publicada no site RIOEtc – A Alma Encantadora da Ruas. Outro projeto que envolve a natureza é a série “As Árvores Somos Nós”, na qual ele se fotografa mimetizando os movimentos de árvores no Rio e em suas viagens mundo afora. Já são mais de 100 árvores colecionadas desde 2011.

Atualmente, Gnattali participa do Programa de Residência Despina, no espaço cultural Largo das Artes, no Largo do São Francisco, no Centro do Rio, voltado para artistas brasileiros e estrangeiros, selecionados a partir da análise de portfólio. A premissa é encorajar a troca de ideias e investigar a experimentação de práticas e conceitos, permitindo ao artista visitante uma produção em resposta ao novo ambiente.

POR TRÁS DOS RÓTULOS 

Batizada com o nome de uma canção da banda de rock progressivo Focus, a cervejaria artesanal carioca Hocus Pocus convidou Gnattali para criar os rótulos de nove cervejas: Magic Trap, Hush, Coffee Hush, Pandora, Overdrive, Event Horizon, Supersymmetry, Red Potion e High on Milk. O rock psicodélico dos anos 1960 e 1970 e as músicas de Jorge Ben Jor serviram de inspiração para o desenvolvimento das artes – compostas por cores vibrantes, elementos sacros e simbólicos.

Depois da cerveja, surgiu o convite para desenhar a nova linha de embalagens para os produtos artesanais e veganos da carioca Quetzal Chocolate de Origem (imagem ao lado). Gnattali criou seis embalagens: Bah!, Bahia, Himalaia, Theobroma, Dharma e Xingu. 

MÚSICA E ILUSTRAÇÃO

Ilustração de Imbatível ao extremo: assim é Jorge Ben Jor!
A música também exerce grande influência em suas criações. Filho do arranjador e compositor Roberto Gnattali, sobrinho-neto do maestro Radamés Gnattali e irmão da cantora Nina Becker, Daniel também é músico. Ele toca violão e canta na banda Simpáticos – que só interpreta Jorge Ben Jor. Fã do artista, Gnattali conta que começou a ouvir mais as canções do artista a partir de 2008 e se apaixonou. Em 2012, ele foi convidado pelo pesquisador e crítico musical Paulo da Costa e Silva para ilustrar o áudio-documentário “Imbatível ao Extremo: Assim É Jorge Ben Jor!”, da Rádio Batuta, do Instituto Moreira Salles. Com cores vibrantes e muitos detalhes, esse projeto foi um divisor na carreira do artista. “Essa ilustração marca a transição de um traço mais solto para um mais preciso”.

E quando chega o carnaval, Gnattali vira John Lennon. Há alguns anos, numa viagem a Inglaterra, ele comprou uma roupa igual àquela que o beatle usou na capa do disco “Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band”. Na época, achou que poderia usar a fantasia no carnaval carioca, mas ele nem imaginava que seria convidado a integrar o bloco do Sargento Pimenta no papel do próprio Lennon. Neste ano, ele desfilou pela quinta vez no Aterro do Flamengo, mas levou tela e cavalete para dentro do bloco e fez uma pintura da série de São Jorge ao vivo, cercado pela multidão de foliões.

Daniel Gnattali por aí:

Site: danielgnattali.com
Facebook: facebook.com/gnattaliilustracao
Instagram: instagram.com/danielgnattali
Loja virtual Touts: danielgnattali.touts.com.br
Coluna Passarinho: www.rioetc.com.br/passarinho
Despina: http://despina.org/daniel-gnattali

Agenda Cultural RJ 
▪ Gabriele Nery ▪ Produção e Divulgação de Eventos Culturais. Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas em pontos estrategicos. 
Divulgação de Midia 
Contato: agendaculturalrj@gmail.com
 #agendaculturalrj 

Instagram

Com apenas artistas mulheres, instalação cênica ocupa a Casa Rio em novembro para provocar os sentidos dos espectadores


InCômodos mostra, de forma comica, os desconfortos do universo feminino

Com apenas artistas mulheres, instalação cênica ocupa a Casa Rio em novembro para provocar os sentidos dos espectadores


InCômodos é uma instalação cênica criada apenas por artistas mulheres que, a partir de diversas linguagens, pretende estimular os espectadores sensorialmente e, assim, imergi-los nas experiências de desconforto e violência que indivíduos do gênero feminino sofrem diariamente. Misturando artes cênicas e audiovisuais, dança, fotografia e poesia, o projeto ocupará, a partir de 04 de novembro, cinco cômodos da Casa Rio, em Botafogo, pelos quais o público será guiado através de uma jornada itinerante. A temporada será de um mês, com sessões aos sábados (às 20h) e domingos (às 19h30). A direção e curadoria é de Kel Cogliatti.

Mesclando diversas linguagens artísticas, InCômodos dá origem a uma ocupação múltipla e original que insere o público em um ambiente familiar e doméstico. Cada cômodo da casa terá como objetivo estimular especificamente um dos cinco sentidos humanos - visão, audição, tato, paladar e olfato -, sendo o conjunto deles uma alusão ao sexto sentido feminino. O grupo de espectadores de cada sessão será levado a visitar os espaços de forma itinerante por meio de um circuito guiado, no qual as experiências são conectadas e sofrem interferência a todo o momento das próprias artistas participantes.

InCômodos tem como objetivos fomentar o debate sobre a violência contra a mulher, contribuir para a reflexão sobre a responsabilidade da sociedade nos casos de violência doméstica, e para a desmistificação do conceito de feminismo e sua aproximação do cotidiano dos indivíduos. Além da sessão cênica, antes de cada apresentação haverá um ciclo de debates, às 18h, com um coletivo feminino diferente, abordando um tema diferente referente a este universo dos desconfortos cotidianos das mulheres. Dentre os nomes confirmados para as conversas já estão o coletivo Papo Preta e integrantes da ONG ThinkOlga.

A Casa Rio é uma residência para artistas e produtores culturais, sem fins lucrativos, aberta pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro / FUNARJ, com o apoio da Queen Mary University of London e gestão da People’s Palace Projects do Brasil.


FICHA TÉCNICA

Curadoria e direção geral: Kel Cogliatti

Artistas: Andressa Guerra, Brigitte Schweiz, Claudia Wer, Kyvia Rodriguez e Kika Diniz

Produção: Bela Andreo, Claudia Wer e Kel Cogliatti

Mídias digitais: Isabela Jaloto

Material gráfico: Andressa Guerra e Rodrigo Menezes

SERVIÇO
InCômodos – Uma instalação cênica

Estreia: 04 de novembro.

Horários: Sábados, às 20h. E domingos, às 19h30.

Temporada: De 04 a 26 de novembro.

Local: Casa Rio – Endereço: Rua São João Batista, 105 – Botafogo, RJ.

Ingressos: R$20 / Meia R$10

Benfeitoria: www.benfeitoria.com/Incomodos

Facebook: www.facebook.com/OIncomodos

Email: Incomodosoprojeto@gmail.com

Agenda Cultural RJ - Produção, Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj 

A premiada atriz Dani Barros dirige esta montagem que conta com direção musical e arranjos do também premiado Marcelo Alonso Neves. As atrizes Juliane Bodini e Cyria Coentro interpretam as personagens que no filme de Lars von Trier foram de Björk e Catherine Deneuve

Musical “Dançando no Escuro” no Rio de Janeiro



O musical “Dançando no Escuro” nasceu do desejo dos atores-produtores Juliane Bodini e Luis Antonio Fortes de trazer para o teatro a adaptação do premiado filme homônimo de Lars von Trier, estrelado pela cantora Björk, que também compôs todo o repertório musical da obra que expõe o drama de uma mulher com uma doença degenerativa que a leva à cegueira, seu desmedido amor pelo filho e as injustiças sofridas por ela. A adaptação para o teatro é do nova-iorquino Patrick Ellsworth, a única permitida pelo cineasta dinamarquês. Com os direitos comprados em 2015 o musical estreia dia 19 de outubro de 2017, no Teatro Sesc Ginástico, Centro do Rio de Janeiro.

A premiada atriz Dani Barros dirige esta montagem que conta com direção musical e arranjos do também premiado Marcelo Alonso Neves. As atrizes Juliane Bodini e Cyria Coentro interpretam as personagens que no filme de Lars von Trier foram de Björk e Catherine Deneuve. O elenco é composto por nove atores e atrizes cantores, que interpretam os principais personagens e outros menores, além de quatro músicos, dois deles cegos, um multi tecladista e um baterista, que tocam ao vivo a trilha sonora.

Com 5 musicais no currículo: “Rock in Rio - O musical”, “Cazuza, Pro dia nascer feliz - O musical”, “Cassia Eller - O musical” e “O beijo no asfalto - O musical”, todos dirigidos por João Fonseca, “Raul Fora da Lei”, dirigido por Roberto Bomtempo e José Jofilly, a atriz e cantora Juliane Bodini interpreta a protagonista de “Dançando no Escuro”. Em 2015, Bodini foi indicada ao Prêmio Bibi Ferreira como atriz coadjuvante por “Cassia Eller - O musical”.

– Este musical foi um enorme e prazeroso desafio. Lidar com as composições inusitadas e fora dos padrões de Björk e Sjón Sigurdsson e conviver com esses fantásticos músicos que justo por não terem o “dom” da visão, trouxeram suas sensibilidades musicais. Além do apoio dos músicos, nós procuramos produzir a partir do próprio elenco a sonoplastia, utilizando sucata de metal que em última instância reporta aos sons da fábrica em que Selma trabalha e tem seus devaneios. A utilização dos sons corporais como instrumentos também foi uma ferramenta importante na criação das atmosferas musicais. Esse espetáculo estará marcado para sempre em minha carreia musical. – Marcelo Alonso Neves, diretor musical

– Lembro-me da primeira vez que vi Dancer in the Dark. Eu nunca tinha visto nada parecido antes. Eu achei isso audaz, generoso e absolutamente implacável. Era de alguma forma cinemática e profundamente íntima. Embora houvesse um outro mundo, era o filme mais humano que eu já vi. Quando fui abordado pela primeira vez para adaptá-lo ao palco, fiquei excitado e aterrorizado. No meu mundo, Lars e Bjork são vacas sagradas, e eu sabia que eu tinha que matá-las para que a história vivesse no palco. No começo, pouco avancei. Contudo, encontrei-me perguntando uma e outra vez: “Se Selma pudesse falar, o que ela diria?” Foi então que percebi o quão fechado Selma é. Eu queria que ela se abrisse e fale. – Patrick Ellsworth, autor da adaptação teatral

– Em 2007, no reg 3 da CAL, o Paulo Afonso de Lima, meu professor na época, resolveu fazer esse musical como exercício da turma. Eu não conhecia o filme e assisti depois que ele disse que faríamos essa montagem. Ele me deu o papel da Selma e foi uma experiência muito bacana. Foi uma adaptação que ele mesmo fez e logo após a apresentação eu decidi que um dia faria essa peça profissionalmente. E cá estamos nós, eu e Luis Antonio Fortes, exatos 10 anos depois realizando este desejo. – Juliane Bodini, atriz e uma das idealizadoras do projeto.



Sinopse

A história de passa em 1964, nos Estados Unidos. Selma Jezková é uma imigrante tcheca que se muda para os EUA com seu filho Gene, um garoto de doze anos. Ela tem uma doença hereditária degenerativa que a faz peder a visão, algo que também vai acontecer com seu filho. Ao saber que nos EUA existem médicos que podem operar Gene, foi o suficiente para fazê-la imigrar para o país. Selma aluga um trailer na propriedade de Bill e sua esposa Linda, seus vizinhos, onde vive humildemente. Trabalha exaustivamente em uma fábrica com sua melhor amiga Carmen e guarda tudo o que ganha para a cirurgia que evite que seu filho sofra do mesmo destino. Mas quando Bill se vê em dificuldades financeiras rouba o dinheiro que Selma tinha economizado duramente. O roubo é o ponto de partida para trágicos acontecimentos.

Juliane Bodini e Luis Antonio Fortes idealizam musical com projeto de acessibilidade

Além do espetáculo teatral, o trabalho dos artistas envolvidos estará focado em movimentar, semear, articular e desenvolver um trabalho sério de acessibilidade dentro e fora do palco com equipe capacitada para atender o público com diversos tipos de deficiência, buscando não só o entretenimento cultural e sim um movimento de inclusão social.

– Transpor para o teatro essa obra cinematográfica tão marcante veio da vontade de abrir os olhos para o mundo, abordando assuntos tão pertinentes como preconceito, exclusão social e injustiça. E assim, tentar mudar os padrões e os vícios de uma sociedade onde a intolerância prevalece e o descaso nos envenena. É preciso enxergar o outro. Assim, escolhemos fazer um trabalho, um movimento, que permita que todo o público tenha acessibilidade dentro e fora do palco.” – Juliane Bodini e Luis Antônio Fortes, idealizadores do projeto

Ficha Técnica

Musical baseado no longa-metragem de Lars von Trier
Adaptação Teatral: Patrick Ellsworth
Tradução: Elidia Novaes
Direção: Dani Barros
Músicas Originais: Björk
Direção Musical e Arranjos: Marcelo Alonso Neves
Idealização: Juliane Bodini e Luis Antonio Fortes
Direção de Produção: Jéssica Santiago
Elenco: Juliane Bodini (Selma Jezková), Cyria Coentro (Carmen Baker), Luis Antonio Fortes (Jeff), Andrêas Gatto (Samuel), Greg Blanzat (Gene Jezková), Julia Gorman (Linda Houston), Lucas Gouvêa (Bill Houston), Marino Rocha (Norman) e Suzana Nascimento (Brenda Young)
Músicos: Vanderson Pereira (multi tecladista), Johnny Capler (baterista), Allan Bass (baixista) e Dilson Nascimento (multi tecladista)
Cenário: Mina Quental
Figurino: Carol Lobato
Iluminação: Felicio Mafra
Preparação Vocal: Mirna Rubim
Direção de Movimento: Denise Stutz
Aulas e Coreografia do Sapateado: Clara Equi
Preparação Corporal e Assistente de Direção de Movimento: Camila Caputti
Visagista: Marcio Mello
Versionista: Marcelo Frankel
Sonorização: Joyce Santiago
Assistentes de Direção: Rubia Rodrigues e Camila Caputti
Assistente de Visagismo: Roberto Santiago
Produção Executiva: Camila Santana
Assessoria de Imprensa: Ney Motta
Programação Visual: Daniel de Jesus
Fotos do Material Gráfico: Nana Moraes
Marketing Digital: Maria Alice
Marketing Cultural: TEM DENDÊ! Produções - Tamires Nascimento

Serviço

“Dançando no Escuro”
Musical baseado no longa-metragem de Lars Von Trier
Adaptação Teatral: Patrick Ellsworth
Tradução: Elidia Novaes
Direção: Dani Barros
Direção Musical e Arranjos: Marcelo Alonso Neves
Sinopse: A tcheca Selma Jezková migra para os EUA com o filho Gene, que precisa operar os olhos para não perder a visão; trágicos acontecimentos cruzam seus caminhos enquanto Selma sonha com o mundo dos musicais.
Elenco: Juliane Bodini, Cyria Coentro, Luis Antonio Fortes, Andrêas Gatto, Greg Blanzat, Julia Gorman, Lucas Gouvêa, Marino Rocha e Suzana Nascimento
Músicos: Vanderson Pereira (multi tecladista), Johnny Capler (baterista), Allan Bass (baixista) e Dilson Nascimento (multi tecladista)
Local: Sesc Ginástico, Av. Graça Aranha, 187, Centro, Rio de Janeiro (tel. 2279-4027)
Temporada: 19 de outubro a 19 de novembro de 2017, quinta a sábado às 19h e domingo às 18h
Ingressos: R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (para jovens até 21 anos, estudantes e maiores de 60 anos), R$ 7,50 (Associados Sesc)
Bilheteria: terça-feira a domingo, das 13h às 20h
Capacidade de público: 513 lugares
Duração: 120 minutos
Classificação: 14 anos
Drama Musical
Acessibilidade para pessoas com deficiência e assentos especiais
Audiodescrição e Libras aos domingos: 29/10, 5/11, 12/11 e 19/11

Agenda Cultural RJ - Produçao, Divulgação Cultural - Colagem de Cartazes e Distribuição de Filipetas. Divulgação de Mídia Online. Gabriele Nery - agendaculturalrj@gmail.com #agendaculturalrj







  

Digite aqui o seu e-mail e passe a receber a programação cultural GRATUITA do Rio de Janeiro

Minha lista de blogs